LITURGIA COMENTADA – 10 DE JUNHO DE 2016 – Sexta-Feira

SEXTA FEIRA – X SEMANA COMUM
(Verde – ofício do dia)

Antífona da entrada

– O Senhor é minha luz e salvação, a quem poderia eu temer? O Senhor é o baluarte de minha vida, perante quem temerei? Meus opressores e inimigos, são eles que vacilam e sucumbem (Sl 26,1).

Oração do dia

– Ó Deus, fonte de todo bem, atendei ao nosso apelo e fazei-nos, por vossa inspiração, pensar o que é certo e realizá-lo com vossa ajuda. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

1ª Leitura:1 Rs 19,9.11-16

– Leitura do Primeiro Livro dos Reis: Naqueles dias, ao chegar a Horeb, o monte de Deus,9ao profeta Elias entrou numa gruta, onde passou a noite. E eis que a palavra do Senhor lhe foi dirigida nestes termos:11“Sai e permanece sobre o monte diante do Senhor, porque o Senhor vai passar”. Antes do Senhor, porém, veio um vento impetuoso e forte, que desfazia as montanhas e quebrava os rochedos. Mas o Senhor não estava no vento. Depois do vento houve um terremoto. Mas o Senhor não estava no terremoto. 12Passado o terremoto, veio um fogo. Mas o Senhor não estava no fogo. E depois do fogo ouviu-se um murmúrio de uma leve brisa.13Ouvindo isto, Elias cobriu o rosto com o manto, saiu e pôs-se à entrada da gruta. Ouviu, então, uma voz que dizia: “Que fazes aqui, Elias?”14Ele respondeu: “Estou ardendo de zelo pelo Senhor, Deus todo-poderoso, porque os filhos de Israel abandonaram tua aliança, demoliram teus altares e mataram à espada teus profetas. Só eu escapei. Mas, agora, também querem matar-me”. 15O Senhor disse-lhe: “Vai e toma o teu caminho de volta, na direção do deserto de Damasco. Chegando lá, ungirás Hazael como rei da Síria.16Unge também a Jeú, filho de Namsi, como rei de Israel, e a Eliseu, filho de Safat, de Abel-Meula, como profeta em teu lugar.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

Salmo Responsorial: Sl 27,7-9.13-14. (R: 8b)

– Senhor, é vossa face que eu procuro!
R: Senhor é vossa face que eu procuro!

– Senhor, ouvi a voz do meu apelo, atendei por compaixão! Meu coração fala convosco confiante, é vossa face que eu procuro.
R: Senhor é vossa face que eu procuro!

– Não afasteis em vossa ira o vosso servo, sois vós o meu auxílio! Não me esqueçais nem me deixeis abandonado, meu Deus e Salvador!
R: Senhor é vossa face que eu procuro!

– Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver na terra dos viventes. Espera no Senhor e tem coragem, espera no Senhor!
R: Senhor é vossa face que eu procuro!

Aclamação ao santo Evangelho.

Aleluia, aleluia, aleluia.

Aleluia, aleluia, aleluia.

– Como os astros, no mundo brilheis, pregando a palavra da vida! (Fl 2,15).

Aleluia, aleluia, aleluia.

Evangelho de Jesus Cristo, segundo Mateus: Mt 5, 27-32

– O Senhor esteja convosco.
– Ele está no meio de nós.

– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo Mateus.
– Glória a vós, Senhor!

– Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:27“Ouvistes o que foi dito: ‘Não cometerás adultério’.28Eu, porém, vos digo: Todo aquele que olhar para uma mulher, com o desejo de possuí-la, já cometeu adultério com ela no seu coração.29Se o teu olho direito é para ti ocasião de pecado, arranca-o e joga-o para longe de ti! De fato, é melhor perder um de teus membros, do que todo o teu corpo ser jogado no inferno. 30Se tua mão direita é para ti ocasião de pecado, corta-a e joga-a para longe de ti! De fato, é melhor perder um dos teus membros, do que todo o teu corpo ir para o inferno.31Foi dito também: ‘Quem se divorciar de sua mulher, dê-lhe uma certidão de divórcio’.32Eu, porém, vos digo: Todo aquele que se divorcia de sua mulher, a não ser por motivo de união irregular, faz com que ela se torne adúltera; e quem se casa com a mulher divorciada comete adultério”.

– Palavra da salvação.
– Glória a vós, Senhor!

Liturgia comentada
Não cometerás adultério! (Mt 5,27-32)

Basta ir ao dicionário. Adúltero: Adj. Alterado, corrompido, falsificado. “Parece, mas não é…” Parece amor, profunda afeição, mas é outra coisa. Um produto adulterado resulta de uma intenção fraudulenta, é uma falsificação. Leite adulterado com água. Gasolina adulterada com solventes. Com prejuízo para a alimentação da criança e para o veículo do cidadão.

No Antigo Testamento, este mandamento visava à proteção da família, considerando como pecaminoso o olhar de desejo sobre a mulher do próximo. Jesus, como sempre, dá algumas voltas a mais no parafuso e mostra-se ainda mais exigente: “Eu, porém, vos digo: Todo aquele que olhar uma mulher para a cobiçar, já adulterou com ela em seu coração”.

E voltamos ao “coração do homem”, expressão bíblica que se refere ao santuário interior de onde brotam o bem e o mal. O âmago do ser, onde se situa a capacidade volitiva que faz a escolha nas decisões essenciais de nossa vida.

Para Jesus, não basta não chegar aos atos, é preciso vigiar sobre os movimentos profundos de nossa pessoa, donde nascem nossas ações. A história de Davi (cf. 2Sm 11) ilustra bem essa avalancha encosta abaixo, que começa com o olhar vadio e cúpido, passa pelo convite, chega ao adultério e culminará com a mentira, a trapaça e o homicídio culposo, para escândalo de todo o povo.

Vigiar o próprio coração pode ser difícil. Pode sair caro. Pode custar o olho direito, a mão direita. Não se trata de cometer mutilações em nosso corpo, mas de sacrificar a Deus aquilo que tem para nós o máximo valor, ordenando os valores para que a obediência amorosa a Deus venha em primeiro lugar.

Especialmente quando certos pecados, tão repetidos, se tornaram uma espécie de segunda natureza, a conversão do coração exigirá uma vida de oração, o recurso frequente aos sacramentos da Reconciliação e da Eucaristia. Também a devoção filial à Virgem Maria será de grande ajuda aos que desejam iniciar um caminho de purificação interior. Os humildes vencerão, sem se desesperar com alguma recaída em sua ascensão para Deus, voltando sempre ao socorro da Graça oferecida ao filho pródigo. Os orgulhosos desanimam, pois, afinal, contam apenas com seu próprio esforço.

Sou sincero e verdadeiro diante de Deus? Ou estou mascarando minhas intenções profundas, enganando a mim mesmo e caminhando para o inferno?

Orai sem cessar: “Um coração arrependido e humilhado, ó Deus, não haveis de desprezar!” (Sl 5l,19)
Texto de Antônio Carlos Santini, da Comunidade Católica Nova Aliança.
santini@novaalianca.com.br

(Visited 67 times, 1 visits today)