Qual a importância dos padrinhos? Quais atitudes os padrinhos de batismo devem assumir?

É um presente maravilhoso ser convidado a apadrinhar alguém, pois este é um serviço de amor. Mas será que sabemos o que isso realmente significa?

 

Segundo o Catecismo da Igreja católica “O santo Batismo é o fundamento de toda a vida cristã, o pórtico da vida no Espírito («vitae spiritualisianua – porta da vida espiritual») e a porta que dá acesso aos outros sacramentos”.

 

Na celebração batismal das crianças, os pais garantem, solenemente, sua decisão de transmitir a fé aos seus filhos, e de fazer isso com a ajuda dos padrinhos. Pais e padrinhos precisam dar exemplo de vida cristã àquele que será batizado/crismado, dentro de casa e participando na vida da Igreja.

É importantíssimo que os pais entendam que é necessário escolher padrinhos de batismo tanto por sua maturidade humana e cristã como pela sua disposição a colaborar com eles na educação do batizado na fé.

Se você foi convidado a ser padrinho de batismo ou crisma de alguém, vale a pena compreender qual é sua missão e colocá-la nas mãos de Deus, que lhe dará todas as graças necessárias para acompanhar seu afilhado no caminho da fé.

Para ajudar a trilhar esse caminho, listamos 10 atitudes a serem ser assumidas pelos padrinhos:

1• Viver a responsabilidade de ser padrinho: O padrinho deve acompanhar o seu afilhado com a presença, com o bom testemunho de cristão, fazer as vezes dos pais ou auxiliar os pais em suas faltas;

2• Criar Proximidade com o afilhado e sua família:  procurar criar um laço afetivo real com seu afilhado e sua família, compartilhando o tempo juntos, conhecendo seu processo e seu desenvolvimento como pessoa e como cristão.

3• Ser parceiro dos pais do afilhado: Os padrinhos devem ser companheiros dos pais, procurando sempre respeitar os limites impostos por eles às crianças;

4• Assumir um compromisso: Quando os padrinhos são escolhidos e aceitam o convite, assumem um compromisso perante Deus de amar e ajudar na educação da criança;

5• Criar momentos com a criança: Se puder e estiver próximo da criança procure, por exemplo, brincar, buscar na escola, tudo isso possibilita uma relação mais íntima;

6• Ser amigo: Os padrinhos devem estabelecer um elo de confiança com a criança, para que ela saiba que pode contar com eles em qualquer momento;

7• Não esqueça as datas importantes: Participe de datas como o aniversário, natal e outros momentos importantes. Essa presença não precisa se dar por meio de presentes, mas com palavras de carinho e amor;

8• Estar presente: Fazer parte do dia a dia da criança, procurar ouvi-la, passar um tempo com ela dedicando atenção e carinho. Acompanhar as pequenas conquistas, mesmo que seja necessário às vezes, ser por telefone ou internet;

9• Rezar pelo afilhado: Os padrinhos assumem no batismo a missão de rezar pelo seu afilhado todos os dias;

10• Ajudar na formação religiosa do afilhado: Ajudar a criança a viver o amor a Deus, contribuindo com os pais no ensinamento das orações e no acompanhamento da participação ativa nos sacramentos da Igreja. Os padrinhos devem ter a consciência de que devem ser luz e fermento na vida cristã do afilhado.

 


Quer saber mais sobre o sacramento do batismo? confira algumas matérias de nosso site:

SÉRIE ESPECIAL SOBRE OS SACRAMENTOS: BATISMO

Conhecendo a Pastoral do Batismo

 

(Visited 1.204 times, 1 visits today)