Quaresma: tempo de reconciliação e conversão

Segundo explicou o Papa Bento XVI os 40 dias da quaresma simbolizam “o tempo de espera, da purificação … Este número não representa um tempo cronológico exato, uma soma de dias. Indica, mais que isso, uma paciente perseverança, uma longa prova, um período suficiente para ver as obras de Deus, um tempo no qual é necessário se decidir e assumir as próprias responsabilidades. É um tempo de decisões maduras” (Papa Bento XVI, audiência-geral da Quarta-feira de Cinzas de 2012).

E para nos orientar a tomar decisões maduras, a Igreja propõe algumas práticas durante este período, como a oração, a caridade e o jejum; para podermos chegar na Páscoa convertidos e reconciliados com Deus, com a Igreja e com todos os irmãos.

Nesta semana queremos falar da importância da conversão e reconciliação.

A conversão é obra da graça. Deus chega antes em nosso coração. Nos dá força para começar de novo. Pela reconciliação o cristão é convidado a reorientar-se para Deus, de todo coração, rompendo com o pecado. O Espírito Santo nos dá a graça do arrependimento e da conversão e nós respondemos a cada dia com o esforço de sermos melhores e mais coerentes com nossa fé.

A reconciliação com Deus e com a Igreja ocorre principalmente através de uma boa confissão. Diante do sacerdote, representante de Deus e da comunidade, manifestamos-lhe os pecados em espírito de contrição e arrependimento. E ele confere-nos o perdão de Deus no exercício do ministério que recebeu para isso.

Deus quer se reconciliar conosco, porque Ele nos amou primeiro. Se alguém virou as costas, fomos nós, não Deus! O esforço da Quaresma é se deixar tocar por Deus e se deixar envolver pela Sua misericórdia. Logo não sejamos indiferentes e deixemos Deus, no seu Espírito, nos provocar.

Mas também devemos promover a reconciliação com os nossos irmãos, pedindo e oferecendo perdão pelas nossas faltas. Cada pequeno pedido de perdão sincero ao irmão, que ofendemos no nosso cotidiano, vem também acompanhado da graça perdoante de Deus.

Se você quiser saber mais sobre o Sacramento da Reconciliação, clique no link abaixo e confira o artigo especial com as dúvidas mais comuns

https://www.paroquiasenhorbomjesusbh.com.br/serie-especial-sobre-os-sacramentos-reconciliacao/