Sant’Ana e São Joaquim

Sant’Ana e São Joaquim

Pais de Maria, avós de Jesus

 

No dia 26 de julho a Igreja celebra a memória de Sant’Ana e São Joaquim, pais de Maria, avós de Jesus. Também nesse dia, é comemorado o dia dos avós.

A memória de São Joaquim e Santa Ana traz uma mensagem direta sobre nossa relação com os mistérios de Deus em nossas relações familiares. Eles são padroeiros dos avós. A festa destaca a importância dos avós na vida da família, principalmente, na transmissão da fé que é essencial para qualquer sociedade. Os avós de Jesus ajudam a cultivar os valores da perseverança e confiança em Deus e também a nossa colaboração na obra da redenção.

 

Onde encontramos os avós de Jesus na Bíblia?

A escrituras não falam diretamente  sobre a relação e a vida dos pais de Nossa Senhora, mas não é difícil imaginar a importância que eles tiveram. Os pais de Maria, mãe de Jesus, recebem o nome de Joaquim e Ana em um Evangelho apócrifo (não autêntico) do século II, chamado Protoevangelho de São Tiago.  A veneração por eles é consolidada depois, na Idade Média. Embora a gente apenas imagine os detalhes da relação de Joaquim e Ana com sua filha Maria e com seu neto Jesus, podemos apostar que Maria aprendeu deles a fé e a confiança profunda em Deus; e que Jesus menino também recebeu o carinho e a fé dos seus avós. Muitas imagens e pinturas antigas sugerem isso.

O Papa Francisco recordou os avós de Cristo em suas palavras prévias à Oração do Ângelus no palácio episcopal do Rio do Janeiro (Brasil), onde estava por ocasião da Jornada Mundial da Juventude (JMJ). Francisco destacou que:

“São Joaquim e Sant’Ana fazem parte de uma longa corrente que transmitiu o amor a Deus, no calor da família, até Maria, que acolheu em seu seio o Filho de Deus e o ofereceu ao mundo, ofereceu-o a nós. Vemos aqui o valor precioso da família como lugar privilegiado para transmitir a fé! ”

(Visited 31 times, 1 visits today)