São Judas Tadeu: Curiosidades sobre o Santo do Impossível

No dia 28 de outubro acontece a festa litúrgica de um dos santos mais populares da igreja católica: São Judas Tadeu. Mas você sabe por que o santo é considerado ‘o santo das causas impossíveis’? E por que ele foi rejeitado durante tanto tempo? Veja essas e outras curiosidades!

São Judas era parente de Jesus

O pai de São Judas Tadeu era Alfeu Cleofas, irmão de São José. Já sua madrasta era Maria de Cleofas, supostamente irmã de Nossa Senhora. A mãe de Judas Tadeu faleceu e seu pai acabou se casando novamente. São Judas também seria irmão de São Tiago Apóstolo e sobrinho de São José e da Virgem Maria. Consequentemente, o santo também é primo de Jesus Cristo.

Foi martirizado juntamente com São Simão

No dia 28 de outubro do ano 70 d.C, São Judas Tadeu e São Simão (os dois eram apóstolos de Jesus Cristo) foram assassinados por sacerdotes pagãos na Pérsia, com golpes de machado e lanças. Por isso, a festa litúrgica de ambos é celebrada no mesmo dia.

Foi ignorado por conta de seu nome

Por ter o mesmo nome do traidor de Cristo, São Judas Tadeu foi ignorado e rejeitado durante muito tempo entre os cristãos.  Porém, graças a Jesus Cristo, através de uma recomendação para Santa Brígida da Suécia, a boa reputação do santo foi reestabelecida.

Junto com Santa Rita de Cássia, é padroeiro das causas impossíveis

Como mencionado anteriormente, Santa Brígida da Suécia, padroeira da Europa, recebeu uma recomendação de Jesus Cristo sobre São Judas Tadeu. Jesus disse para a santa que quando necessitasse de algo muito, muito difícil, ela deveria pedir a intercessão de São Judas Tadeu. Com isso, juntamente com Santa Rita de Cássia, São Judas Tadeu se tornou o santo das causas impossíveis.

São Judas Tadeu, Rogai por nós!

82 Total de visualizações 1 Visualizações hoje
(Visited 35 times, 1 visits today)