Solenidade da Santíssima Trindade

A Igreja celebra nesse domingo, dia 30 de maio, a Solenidade da Santíssima Trindade. A festa é comemorada no primeiro domingo depois de Pentecostes, e marca um fato de grande importância no calendário litúrgico. A Santíssima Trindade mostra a essência de um só Deus em Três Pessoas distintas: Pai, Filho e Espírito Santo.

O mistério da Santíssima Trindade é o mistério central da fé e da vida cristã. Deus se revelou como Pai, Filho e Espírito Santo. Foi Jesus Cristo quem nos revelou este mistério. Ele falou do Pai, do Espírito Santo e d’Ele mesmo como Deus. Logo, não é uma verdade inventada pela Igreja, mas revelada por Jesus. Não a podemos compreender, porque o Mistério de Deus não cabe em nossa cabeça, mas é a verdade revelada.

Pela Trindade manifesta-se um único Deus em três pessoas: o Pai criador, o Filho salvador gerado pelo Pai, e o Espírito Santo gerado pelo Pai e Filho que santifica o Homem. Assim surge a oração “em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo”

Celebrar a Santíssima Trindade é celebrar o fato de que Deus é amor. O convite de hoje não é para decifrar o mistério que se esconde por detrás de “um Deus em três pessoas”; mas é um convite a contemplar o Deus que é amor, que é família, que é comunidade e que criou os homens para os fazer comungar nesse mistério de amor.

É o que diz o Evangelho deste Domingo:

Mas Jesus, aproximando-se, lhes disse: “Toda autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide, pois, e ensinai a todas as nações; batizai-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ensinai-as a observar tudo o que vos prescrevi. Eis que estou convosco todos os dias, até o fim do mundo”.